Jornal Zero Hora: Assinar ou Não? Análise Objetiva

Jornal Zero Hora: Assinar ou Não? Análise Objetiva

Jornal Zero Hora: Assinar ou Não? Análise Objetiva
Jornal Zero Hora: Assinar ou Não? Análise Objetiva

O Jornal Zero Hora, conhecido nacionalmente como o 6º maior jornal do país, têm sede estabelecida em Porto Alegre, e é um jornal bastante antigo e tradicional, com mais de 50 anos de existência. Pertencente ao Grupo RBS, que é a maior afiliada da Rede Globo no Brasil, o Jornal Zero Hora têm entre os seus colunistas e editores, vários profissionais que também trabalham nas rádios Atlântida, Gaúcha e outras rádios do Grupo RBS, assim como também alguns profissionais pertencentes ao quadro fixo de funcionários da RBS TV, o maior canal de tv do sul do Brasil.

Pelo fato de possuir profissionais das mais diversas áreas do Grupo RBS, o Jornal Zero Hora acaba se privilegiando tanto pelo fato de conseguir muita publicidade nos canais de tv e rádios do grupo, como também por ter ótimos profissionais que atestam a qualidade do jornal.

Composto por diversos cadernos diferentes, que circulam á cada dia da semana junto com a edição normal do jornal, pode-se afirmar que o Jornal Zero Hora não perde em nada na qualidade e variedade de conteúdo, para os principais jornais do país.

Mas se o Jornal Zero Hora é assim tão bom e tão completo, porque devemos questionar se vale ou não á pena adquirir uma assinatura do mesmo?

A resposta é bastante simples: A maior parte do conteúdo, cerca de 70% dos artigos do Jornal Zero Hora, são referentes á assuntos de Porto Alegre, enquanto 20% são assuntos são mundiais, nacionais ou do estado do Rio Grande do Sul, e 10% dos artigos referem-se á notícias de cidades do interior do estado. Se levarmos em consideração que o Rio Grande do Sul têm mais de 11 milhões de habitantes, e Porto Alegre têm 1,4 milhões de habitantes, é fácil perceber, que 1,4 milhões gaúchos recebem 70% da atenção do Jornal Zero Hora, enquanto 9,6 milhões de habitantes recebem 10% da atenção do jornal.

Com estes números, fica bastante fácil definir, que o Jornal Zero Hora é altamente recomendado para quem reside na cidade de Porto Alegre e cidades vizinhas, mas não é o jornal ideal para quem reside nas centenas de cidades do interior do Rio Grande do Sul. Em tese, o Jornal Zero Hora seria ideal como um jornal complementar ao jornal local de cada cidade, mas nunca pode ser visto como o jornal principal de um gaúcho que resida em alguma cidade do interior.

O sistema de entregas do Jornal Zero Hora é deficitário. Se você solicitar que o jornal seja entregue na caixa de correio, não será atendido. Se solicitar transferência temporária de entrega, quando for viajar, não será atendido, você volta para casa e vê todos os jornais velhos espalhados em seu pátio. Se você receber seu jornal completamente encharcado pela chuva, já que ele sempre é atirado no pátio, e ligar para o Jornal Zero Hora, solicitando novo exemplar, 2 horas após a entrega, não será atendido, somente ouvirá desculpas tolas. Em quesito entrega, o padrão de qualidade do Jornal Zero Hora é nota Zero. Horrível e deprimente, sem padrão nenhum de qualidade na entrega e total desprezo com as solicitações do assinante.

Se você mora em uma cidade do interior do estado, e assina o Jornal Zero Hora, faça uma assinatura do melhor jornal local de sua cidade, e após 1 mês, tire suas próprias conclusões: Qual jornal é mais útil para você: O seu jornal local, ou o Jornal Zero Hora?

Se você reside no interior, e diariamente ler seu jornal local, depois acessar o site do Jornal Zero Hora, e conferir as demais notícias que lhe interessam, você já estará bem informado.

2 Comentários. Comente você também!

Seu comentário é importante!


* Somente seu nome será exibido, seu e-mail jamais aparecerá aqui. Obrigado.